Secretaria de Educação de Linhares realiza formação on-line para profissionais da rede municipal

Diante do momento de distanciamento social gerada pela Covid-19, a Prefeitura de Linhares, por meio da secretaria municipal de Educação (Seme) em parceria com o Centro de Formação da Seme, vai realizar uma série de cursos pedagógicos com recursos tecnológicos digitais. As formações já tiveram início e englobam uma série de temas pertinentes à rotina pedagógica dos profissionais responsáveis pelos mais de 26 mil estudantes matriculados nas escolas da Prefeitura.

Ferramentas como as plataformas do Google Meet, Zoom, Facebook, Instagram e WhatsApp estão sendo utilizadas para as formações e a transmissão de conhecimentos, com vídeos, lives e grupos. “Visamos aproximar os mais de 2.700 profissionais da rede com a gestão da educação municipal, para ampliar as possibilidades de ações assim que houver o retorno das atividades nas escolas. As tecnologias e redes virtuais têm sido essenciais nesse momento”, destacou a secretária municipal de Educação, Maria Olimpia Dalvi Rampinelli.

De acordo com a coordenadora do Centro de Formação da Seme, Andréia de Carli Giacomin, a cada encontro, os profissionais discutirão temáticas voltadas à singularidade da formação de professores no contexto local.

“Considerando o momento mundial, a proposta é estabelecer com os educadores o diálogo sobre os desafios e possibilidades da prática pedagógica nesse período em que vigora o regime especial de aulas não presenciais aos estudantes da rede municipal, que mantém o vínculo com a respectiva unidade de ensino por meio de apostilas com conteúdo adequado ao nível de ensino”, disse.

De acordo com uma das formadoras do curso de Libras, a intérprete Edileuza Eduardo Silva, que promoveu sua primeira aula através das plataformas digitais, o momento é desafiador e pontuou que as ações integradas entre a secretaria municipal de Educação e o Centro de Formação, são um marco para este novo momento da educação.

“A princípio, essa união surgiu da necessidade de pensarmos possibilidades para a formação de professores no contexto da pandemia da Covid-19. Entretanto, trabalhamos para que essa parceria avance e se expanda para uma política pública integrada de formação de professores, que contemple as múltiplas realidades e necessidades da Secretaria e do Centro de Formação”, afirmou.

De acordo com a professora Cristiane Dettogni dos Santos Nunes, que atua na CEIM Reino Mágico, a experiência está sendo imensurável do ponto de vista pedagógico. “Estamos atuando por meio do trabalho remoto, então esta formação continuada faz parte desse trabalho. Nós tínhamos um trabalho presencial, que seria executado durante o ano, mas com a pandemia não foi possível viabilizar. Então, iniciamos a formação on-line que é pertinente para desenvolvermos outras habilidades pedagógicas e até mesmo digitais e colocá-las em prática com nossos alunos, dentro da escola no retorno das aulas”, explica.

Confira os cursos:

– Atendimento Educacional Especializado (AEE)

– Neuroeducação

– Competências e habilidades na Matemática

– Inteligência Emocional

– Competências e habilidades na Língua Portuguesa

– Educação inclusiva: entre olhares, saberes e reflexões (Sala de recurso)

– Libras: níveis I e II